Fichier PDF

Partage, hébergement, conversion et archivage facile de documents au format PDF

Partager un fichier Mes fichiers Convertir un fichier Boite à outils PDF Recherche PDF Aide Contact



mailing agosto .pdf



Nom original: mailing agosto.pdf
Titre: mailing agosto
Auteur: nouvelc

Ce document au format PDF 1.3 a été généré par PDFCreator Version 0.9.0 / AFPL Ghostscript 8.53, et a été envoyé sur fichier-pdf.fr le 19/08/2009 à 12:42, depuis l'adresse IP 194.98.x.x. La présente page de téléchargement du fichier a été vue 1131 fois.
Taille du document: 367 Ko (10 pages).
Confidentialité: fichier public




Télécharger le fichier (PDF)









Aperçu du document


http://anodafrancanobrasil.cultura.gov.br/

* AGENDA // agosto 2009 *

FERNANDO DE NORONHA - PE

Eco cine Noronha
1° Festival International de Cinema Ambiental
de 20 a 22 de agosto
auditório do projeto Tamar

Depois da primeira fase no Recife (10 e 11 de agosto), é a vez do arquipélago de Fernando de
Noronha de ser o palco do 1° Festival Internacional de Cinema Ambiental, o Eco Cine Noronha.
A programação conta com mostras de vídeos sobre meio ambiente, oficinas de capacitação na
área audiovisual voltadas para estudantes e comunidade, além de apresentações culturais,
palestras e exposições sobre o tema.

No festival terá estreia do filme
Home
do fotógrafo e cineasta francês
Yann Arthus-Bertrand.

Informações sobre o filme:
www.home-2009.com

Toda a programação do festival: www.ecocinenoronha.com.br

RECIFE - PE

7º Festival Recifense de Literatura - A Letra e a Voz
de 16 a 23 de agosto

O Festival Recifense de Literatura é realizado no mês de agosto e consta da Festa do Livro, e
de seminários, painéis, Recitata (concurso de recitação poética), mostra de cinema, mesasredondas, oficinas descentralizadas, leituras de ficção e de poesia e exposições.
Em 2009, o Festival terá como tema Liberdade, igualdade, criatividade com ênfase na
difusão da literatura contemporânea, e, integrando-se às comemorações do Ano da França no
Brasil, contempla o diálogo entre as culturas francesa e brasileira: durante todo o festival,
convidados especialistas franceses e brasileiros participam de atividades focadas neste diálogo.

Mais informações: www.aletraeavoz.com.br
Coordinação geral:
Gerência Operacional de Literatura e Editoração
Av. Rio Branco, 76 A - Bairro do Recife
tel: 81/ 3232-2898
gole@recife.pe.gov.br

Jazz Festival Brasil
20 a 22 de agosto - 21h
Teatro de Santa Isabel
O Jazz Festival Brasil chega à sétima edição trazendo grandes nomes nacionais e
internacionais para uma série de shows, a serem realizados em Belo Horizonte, Recife, Rio de
Janeiro e São Paulo. O evento comemora, neste ano, 100 apresentações, com homenagem ao
músico norte-americano Benny Goodman, o “Rei do swing”, que completaria cem anos em
2009. O Jazz Festival Brasil integra a programação do Ano da França no Brasil com shows de
Dany Doriz & The Cave Huchette Quartet (França) e Gangbé Brass Band (Benin).
Dany Doriz & The Cave Huchette Quartet
Considerado o ”filho espiritual” de Lionel Hampton, uma das realezas do jazz, Dany Doriz
chega ao Brasil com uma formação que reúne os melhores músicos de Paris: Philippe
Duchemin (piano), Daniel Haider (violão), Jean-Luc Arramy (contrabaixo) e Guillaume Nouaux
(bateria).
Diretor musical do reconhecido clube parisiense o Caveau de la Huchette, onde
regularmente se apresenta com casa lotada, Dany começou a estudar música clássica tocando
piano e saxofone. Aos 16 anos, iniciou-se no vibrafone, hoje sua especialidade. Dany passou
a ser um músico respeitado, contando com a amizade e trabalho comum com grandes nomes
do jazz : Stephane Grappelli, Memphis Slim, Bill Coleman, Ray Bryant, Cat Anderson, Al Grey,
Harry “Sweets” Edison, Buster Cooper, Butch Miles, Wild Bill Davis e Eddie Jones...
Gangbé Brass Band
Em 1994, oito jovens músicos de jazz de CotonouBenin (oeste da África), se juntaram para criar uma
banda que misturasse o jazz com a música
tradicional do Benin, dando origem ao grupo Gangbé
Brass Band.
Essa será a estreia da banda no Brasil, trazendo para o
público uma música diferente, mas no ritmo que teve
sua origem junto aos trabalhadores negros.
“Gangbé” significa ”som de metal” em fon, umas das
línguas de Benin, e faz referência tanto aos
instrumentos de sopro (saxes, trompetes, trombones)
como às percussões utilizadas pelo grupo. Como Benin faz fronteira com a Nigéria, sua
música herda não somente a polifonia das fanfarras e do jazz, como também as mesmas
fontes musicais que alimentaram o afrobeat e os ritmos religiosos vodu.
Mais informações: www.myspace.com/gangbebrassband
www.jazzfestivalbrasil.com.br

Dany Doriz & The Cave Huchette Quartet
quinta feira 20 de agosto – 21h
Gangbe Brass Band
sábado 22 de agosto – 21h
Teatro de Santa Isabel
Praça da República, s/n - Santo Antônio – Recife
Tel: 81/ 3232-2939
Ingressos: R$ 50 (inteira) / R$ 25 (meia)

Présence et passé du cinéma français
de 20 a 25 de agosto
Cine-teatro Apolo

O projeto “Présence et passé du cinéma français” propõe um panorama do cinema francês
dos 50 últimos anos, organizado por temas:
− ator / diretor
− documentário
− os clássicos
− as crianças no cinema
− cinema contemporâneo francês
Além da mostra de filmes, o público pode particpar de oficinas e de debates com profissionais
franceses.
Mais informações: www.bemtevi.org

Cine-Teatro Apolo
Rua do Apolo, 121- Bairro do Recife
tel: 81/ 3232-2030 ou - 2028 ou -2031

Abecedário bilingue
Oficinas de arte e de pesquisa linguística
de 25 de agosto a 10 de setembro
Museu Murillo La Greca

A associação Acordartes propõe oficinas de arte (fotografia, grafismo, pintura, colagem) e de
pesquisa linguística, em torno das letras do alfabeto, com o objetivo de realizar um abecedário
bilíngue franco-brasileiro. As oficinas são ministradas pela fotografa francesa Dominique
Berthé e pela arte-educadora Lucia Soares.

Adolescentes e adultos:
Expressões populares
de 25 de agosto a 10 de setembro
Terça, quinta de 19h às 21h30 e
sábado de 14h às 17h
8 aulas
Valor : R$ 80, estudante : R$ 50

Crianças de 8 as 12 anos :
Animais extraordinários
Em outubro

Outras oficinas estão previstas na escola de francês Dis donc, em Casa Forte, em setembro.

Informações e inscrições:
Museu Murillo La Greca
NAE-Núcleo de Arte Educação
Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti, 366 – Parnamirim, Recife, PE
tel: 81/ 3232-4276
Associção Acordartes
rua Jerônimo de Albuquerque, n° 205, AP 502
CEP 5206 1470 - Casa Forte, Recife, PE
acordartes@hotmail.com

SALVADOR - BA
Camelia & Ravelovitch
peça de Florianne Attal
até 23 de agosto, de quinta a sábado - 20h
Centro Cultural da Barroquinha
Estreia em Salvador do espetáculo de teatro francês Camelia & Ravelovitch, comédia escrita
e dirigida pela jovem francesa Florianne Attal, que tem como fio condutor um jogo poético
entre um homem e uma mulher.
Depois de uma revolução popular que destruiu os costumes da sociedade capitalista, o casal se
vê mergulhado em um espaço vazio sem nenhuma estrutura. Seus partidos revolucionários os
impõem uma missão que os obriga a refletir sobre a existência humana e seus ideais.
A Companhia Plume la Poule existe há quatro anos. Camélia e Ravelovitch é a terceira
montagem do grupo. As apresentações são dedicadas ao diretor do projeto, Samir Salemkour,
desaparecido no trágico acidente do vôo 447 (Rio-Paris).
Encenação: Kristelle Lárgis e Fábio Araújo
Cenografia e figurino: Cécile Kiyo Kojima e Vincent Obadia
Luz e direção de palco: Tomas Chrétien
Diálogos em francês traduzidos num telão.
Mais informações sobre a companhia Plume la Poule: www.plumelapoule.com
Camelia e Rabinovitch
até 23 de agosto, de quinta a sábado, 20h
Centro Cultural da Barroquinha
(ao lado do Teatro Gregório de Matos, Cine Glauber Rocha, em frente a praça Castro Alves)
Ingresso: R$10

Tabataba e Combate de negro e cães
peças de Bernard-Marie Koltès, direção: Philip Boulay
Tabataba
21 de agosto, Cine-Teatro Solar Boa Vista
22 de agosto, Passeio Público – Campo Grande
Combate de negro e cães
de 21 de agosto a 13 de setembro, 20h
Aliança Francesa
O projeto de intercâmbio entre o diretor Philip Boulay / Wor(L)d Cie e os artistas
baianos foi realizado através de uma residência artística e de oficinas ministradas pelo diretor
francês em Salvador. Como resultado deste intercâmbio foram montadas duas peças do

escritor francês Bernard-Marie Koltès, Tabataba e Combate de negro e de cães,
apresentadas entre agosto e novembro na Bahia, com um elenco todo brasileiro. Com
apresentações ao ar livre e em espaços públicos, em bairros populares da Bahia, a proposta de
Boulay é de atrair um público que não tem acesso a teatros.
Tabataba conta a história de um irmão e uma irmã que vivem num bairro popular na África,
que dá nome à peça. A irmã primogênita repreende seu irmão por ficar todo seu tempo
cuidando de uma moto e não fazer o que os outros meninos de sua idade normalmente fazem.

Elmir Mateus e Mariana Freire – foto: Jean-Christophe Lanquetin

« Combate de negro e cães não fala da África e dos negros – eu não sou um autor africano
–, ela não conta o neocolonialismo, nem a questão racial. Ela certamente não emite nenhum
julgamento. Ela fala, simplesmente, de um lugar do mundo. (…) Minha peça fala talvez um
pouco da França e dos brancos: uma coisa vista de longe, deslocalizada, parece às vezes mais
simbólica, mais decifrável. Ela fala sobre tudo de três seres humanos isolados num lugar do
mundo que é estranho para eles, cercado de guardas enigmáticos. Eu achei, eu acho ainda,
que contar o grito desses guardas ouvido no fundo da África, o território de inquietação e de
solidão que ele delimita, era um assunto que tinha a sua importância. » Essa entrevista é
trecho de uma conversa do Jean-Pierre Hahn com Koltès para a revista Europa publicada em
1983.

foto: Jean-Christophe Lanquetin

Para o diretor Philip Boulay, as duas obras não tratam apenas do racismo, da exploração e
do colonialismo – temas bastante explorados pelo autor Koltès em suas obras – mas
também propõem uma discussão mais ampla sobre as relações entre os seres humanos nos
dias de hoje. A obra de Koltès é traduzida em 30 línguas. Boulay ressalta que cada noite,
« uma estreia de suas peças acontece no mundo. Poderia-se quase dizer que ele faz parte do
patrimônio humano: pertence a cada um neste sentido que o território da sua obra é marcado
de uma maneira ou de outra pela herança das relações norte/sul, branco/preto,
senhor/escravo, colono/colonizado. »
Tabataba
21. 08, 16h e 19h
Cine-Teatro Solar Boa Vista
Pça. Marques de Abrantes s/n, – Parque Solar Boa Vista, Engenho Velho de Brotas
Tel: 71/ 3116-2100
22.08, 17h e 19h
Passeio Público – Campo Grande
acesso livre

Combate de negro e cães
21.08 a 13.09, de quinta a domingo, 20h
Aliança Francesa
Av. 7 de Setembro, 401 - Ladeira da Barra. Tel: 71/ 3336-7599

À PROCURA DE UM OLHAR
Fotógrafos franceses e brasileiros revelam o Brasil
de 31 de julho a 13 de setembro
Palacete das Artes
Salvador volta a sediar o já consagrado festival A Gosto da Fotografia, um dos mais
expressivos e criteriosos projetos sobre fotografia no Brasil. Em sua quinta edição, o evento
promete uma programação diversificada. Logo de início, no Palacete das Artes haverá a
abertura da exposição inédita À Procura de um Olhar – fotógrafos franceses e brasileiros
revelam o Brasil, com cerca de 100 imagens.
Destaque da programação, a mostra À
procura de um Olhar, depois de São
Paulo, apresenta um conjunto de obras de
fotógrafos históricos e contemporaneos
franceses e brasileiros. A exposição destaca
o trabalho de três fotógrafos franceses com
expressiva atuação na história da fotografia
brasileira,
Pierre
Verger,
Marcel
Gautherot e Jean Manzon, além de uma
homenagem a Claude Lévi-Strauss. Cada
um com sua linguagem própria, eles
lançaram olhares “estrangeiros” sobre a
realidade
brasileira,
revelando
novos
parâmetros de entendimento.
foto: Pierre Verger

Foto : Bruno Barbey

Ao lado desse núcleo histórico, a mostra
inclui o trabalho de três fotógrafos
franceses da atualidade, provocando a
leitura dos percursos realizados pelas obras
de Verger, Gautherot e Manzon. Bruno
Barbey, Olivia Gay e Antoine D’Agata
revelam as identidades do Brasil em
Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Recife,
Belém.
Olivia Gay e Antoine D’Agata procuram
mulheres enraizadas nos seus destinos.
Bruno Barbey busca harmonia entre luz,
cores e sombra nos seus retratos.
Completando esse conjunto, os fotógrafos
brasileiros Luiz Braga, Tiago Santana e
Mauro Restiffe desenvolvem um diálogo
entre as imagens históricas e as realizadas
pelos fotógrafos franceses convidados.

À procura de um olhar - fotógrafos franceses e brasileiros revelam o Brasil
até 30.08
Palacete das Artes
Rua da Graça, 284, Graça. Tel: 71/ 3338-6407
Exposição Porto da Barra, Marc Dumas
até 29.08
Galeria ACBEU
Av. Sete de Setembro, 1883, Corredor da Vitória. Tel: 71/ 3444-4411
A Gosto da fotografia
até 13.09
Palacete das Artes, Solar do Ferrão, Santa Casa de Misericórdia,
Galeria ACBEU e Galeria do Conselho Estadual de Cultura
Exibição de filmes na Sala Walter da Silveira e ações na Escola Pracatum – Candeal
Entrada franca

Mais informações sobre a cultura francesa no Nordeste:
http://www.ambafrance.org.br/recife/francais/index.html
Consulado Geral da França no Recife
Av. Conselheiro Aguiar, 2333 – edf. João Roma
Boa Viagem – 51020-020
Recife, PE
Tel: 81/3117-3290 // Fax: 81/3117-3280


Documents similaires


Fichier PDF havkrfq
Fichier PDF por que vc partiu 1
Fichier PDF gacetilla de actividades del 15 al 22 de agosto
Fichier PDF afmodelovivo 1
Fichier PDF regulamento 2017 brEsil
Fichier PDF boe a 1997 12729 consolidado


Sur le même sujet..