Fichier PDF

Partage, hébergement, conversion et archivage facile de documents au format PDF

Partager un fichier Mes fichiers Convertir un fichier Boite à outils PDF Recherche PDF Aide Contact



PT Dive 11 68 70ÚLTIMO .pdf


Nom original: PT Dive_11 68-70ÚLTIMO.pdf

Ce document au format PDF 1.4 a été généré par Adobe InDesign CS3 (5.0.4) / Adobe PDF Library 8.0, et a été envoyé sur fichier-pdf.fr le 21/06/2011 à 14:27, depuis l'adresse IP 178.166.x.x. La présente page de téléchargement du fichier a été vue 925 fois.
Taille du document: 548 Ko (2 pages).
Confidentialité: fichier public




Télécharger le fichier (PDF)









Aperçu du document


o
t
n
e
v
De m popa
e
Técnico

a
ç
n
e
o
d
s
ó
p
o
ã
ç
a
r
e
Recup escompressão
da d

Estávamos ainda em meados o ano de 2009, quando fui desafiado pela Revista Portugal
Dive, para fazer uma série de artigos sobre mergulho técnico.
Aceitei de imediato, até porque é a área de mergulho onde tenho mais experiência tenho
e é definitivamente a minha grande paixão.

>Saída de mergulho no Grove

Texto: Jorge Marques Fotos: XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXx

>

?????????????????????????
?????????????????????????????

>

?????????????????????????
?????????????????????????????

M

as a vida, efémera que
é, veja-se, basta estar
vivo para morrer, basta
estar bem de saúde para ficar
doente, basta estar bem de vida
para irmos á falência, e, mais
uma vez esta máxima aplicou-se,
basta mergulhar para ter doença
da descompressão… ninguém
diga que está bem…
Foi isso que me aconteceu, uma
doença de descompressão neurológica, um Bentley da DCS, diziame o meu médico, a seguir, só
mesmo a morte.....salvo seja!
Os expert da matéria, os verdadeiros `gurus´ do assunto os `a mim
não me acontecia isto de certeza
68 PORTUGAL DIVE

após a recuperação
>A segunda saída de mergulho
da doença de descompressão

absoluta´, comentaram muito
sobre o assunto, equipamento
mal montado, comentava alguém
num curso de fotografia.....falta
de barco de apoio… dizia outro,
mergulho mal planeado… enfim
cada cabeça sua sentença e cada
opinião pior de que a outra, todas
de pessoas que nunca mergulharam comigo.
Nunca tais comentários mereceram nem irão merecer qualquer resposta da minha parte,
registei-os e pergunto-me!? O
Ayrton Senna morreu porque
o volante partiu, quando não
devia partir? Ou porque estava a
correr, quando nós estávamos a
vê-lo correr na televisão? Quando
temos um filho deficiente a culpa
é de quem? Da natureza ou dos
progenitores? Quando temos um
acidente de carro a culpa é do
condutor? Da marca?
Deixo as respostas à consciência
de cada um. Cá por mim só acho
que paguei um preço, quiçá alto
de mais, por fazer aquilo que gosto como profissão, mas sabia que
um dia podia acontecer, estava

avisado e pelos visto também
preparado.
Não vou entrar em pormenores
sobre o acidente, porque faz parte
do passado, mas aprendi muito com ele, talvez seja o único
profissional do ramo a poder
partilhar na primeira pessoa,
com os meus alunos, a teoria e
também as consequências desta
maldita doença.
Hoje em dia, vivo, dia a dia, hora
a hora, segundo a segundo, com
objectivos bem definidos mas sem
projectos, deixo-os para os outros,
sabendo que a maior parte deles
nunca irão sair do papel, mas
também faz bem sonhar…
Mas vamos ao que interessa.
Depois de ter sido dado como
quase morto, tetraplégico, depois
inválido, inapto para mergulhar,
a minha recuperação vai de vento
em popa, os mergulhos também,
e é isso que venho partilhar convosco, o pós acidente.
Muita força de vontade, espírito
positivo, muita fisioterapia, natação, muita mas mesmo muita
paciência, 111 câmaras de ))

Hoje em dia, vivo, dia a dia,
hora a hora, segundo a
segundo, com objectivos bem
definidos mas sem projectos,
deixo-os para os outros,
sabendo que a maior parte
deles nunca irão sair do papel,
mas também faz bem sonhar

>

?????????????????????????
?????????????????????????????

>????????????????????????? ?????????????????????????????
PORTUGAL DIVE

69

>???????????????

>???????????????

A vida continua, o futuro a
Deus pertence, mas deixo-vos
a garantia que irei continuar
a mergulhar, formar bons
mergulhadores, a recuperar

>???????????????

actividade que, só alguns têm
o privilégio de a ter a tempo
inteiro.
A vida continua, o futuro a Deus
pertence, mas deixo-vos a garantia que irei continuar a mergulhar, formar bons mergulhadores,
a recuperar, sempre a partilhar as
minhas experiências e opiniões
por mais frontais e controver-

>???????????????
descompressão, acupunctura,
acompanhamento familiar, apoio
dos principais amigos e ouvidos
moucos, foram e são alguns dos
ingredientes da minha ainda
ténue recuperação.
Não podia deixar uma palavra
de carinho e agradecimento, à
equipa médica do Hospital Pedro
Hispano que me salvou de morte
certa, em especial ao Dr. Oscar
Camacho e a sua milagrosa câmara hiperbárica, à sua equipa,
ao Dr. Joaquim Pinheiro, à Dra
Isabel, às terapeutas Margarida
e Elizabete, e muitos mais que
me têm ajudado nesta minha
odisseia.
Abandonei de vez o mergulho
profissional, temporariamente
o mergulho técnico, é bom que
registem isto, e continuarei a
ganhar a vida a 100% desta
70 PORTUGAL DIVE

>???????????????

sas que sejam e como diz o
povo.... quem estiver mal....
que se mude!
Seguindo esta linha, no próximo
número desta revista não irei
escrever sobre mergulho técnico
mas sim sobre a nossa Federação
que, tal como eu esteve à beira
do abismo, mas esta, numa viagem sem regresso.


PT Dive_11 68-70ÚLTIMO.pdf - page 1/2
PT Dive_11 68-70ÚLTIMO.pdf - page 2/2

Documents similaires


Fichier PDF pt dive 11 68 70 ltimo
Fichier PDF resgatar dos corredores do inferno
Fichier PDF ensinamento do culto mensal de agradecimento agosto 2011
Fichier PDF palestra culto mensal agradecimento maio 2011
Fichier PDF portuguese 10 jesus anuncia a destruicao de jerusalem
Fichier PDF portuguese 2b coracao corrupto do homem parte 2


Sur le même sujet..