Fichier PDF

Partage, hébergement, conversion et archivage facile de documents au format PDF

Partager un fichier Mes fichiers Convertir un fichier Boite à outils Recherche Aide Contact



carvalho .pdf



Nom original: carvalho.pdf
Titre: Microsoft PowerPoint - FCARVALHO - CAMPO Seminario Marrocos Fev 2012.pptx
Auteur: antoine.samoullier

Ce document au format PDF 1.3 a été généré par PScript5.dll Version 5.2.2 / GNU Ghostscript 7.06, et a été envoyé sur fichier-pdf.fr le 07/03/2012 à 15:27, depuis l'adresse IP 83.206.x.x. La présente page de téléchargement du fichier a été vue 1209 fois.
Taille du document: 96 Ko (13 pages).
Confidentialité: fichier public




Télécharger le fichier (PDF)









Aperçu du document


Seminário:
“Mesures pour soutenir la réinsertion professionelle des
migrants circulaires et de retour dans le pays d’origine”

CAMPO (Centro de Apoio ao Migrante no País de Origem)
e a experiência de Cabo Verde no uso das
competências da Diáspora
Hotel Rabat, 22-24 de Fevereiro de 2012
Francisco Carvalho
Assessor da Ministra das Comunidades, Cabo Verde

Objectivo do Campo
• Promover a mobilidade legal entre Cabo
Verde e a UE, e outros países, reforçando
a cooperação entre migração e
desenvolvimento, ao mesmo tempo que
luta contra a migração irregular.

Três aspectos salientes
1. Mobilidade legal entre Cabo Verde e a
UE e outros países;
2. Reforço do binómio migração e
desenvolvimento;
3. Luta contra a migração irregular.

Objectivos específicos
1.

Facilitar a correspondência entre as competências e
vagas de trabalho disponíveis e fornecer informação
relevante sobre os canais de migração, com o
objectivo de promover o uso de canais legais de
migração;

2.

Facilitar a reintegração no mercado de trabalho de
cabo-verdianos que regressam ao país vindos de
países da UE, e outros, e apoiá-los a tirar o melhor
proveito possível das competências e recursos
adquiridos durante a experiência migratória para seu
próprio beneficio e para o desenvolvimento de Cabo
Verde, em particular através da promoção do
empreendedorismo migrante

Grandes linhas de actividades


Reforço das capacidades das instituições implicadas;



Elaboração de ferramentas de gestão que processa os perfis de
competência para o benefício de emigrantes cabo-verdianos
(migrantes de retorno, migrantes empresários);



Procura de novas oportunidades em termos de mobilidade
(migração laboral, migração temporária, reintegração no contexto
de retorno, desenvolvimento de actividades empresariais);



Formação e reforço de capacidades dos migrantes (para retorno
e actividades empresariais);



Transferência de competências adquiridas no exterior para CV;



Apoio a iniciativas empresariais de emigrantes em CV
(informação, eventos, orientação para acesso ao
financiamento…).

Especificidades do Campo
• Primeira experiência sistematizada de prestação
de serviço ao potencial migrante;
• Construção e gestão de redes (vários
parceiros);
• Mudança de práticas individuais e institucionais;
• Diferenças com projectos de realização física;
• Equação recursos financeiros e factor tempo;
• Obs.: a natureza dos objectivos do Campo
determina intervenções prolongadas, pois, as
actividades e resultados procurados exigem
tempo (a duração parece fixada em função de
critérios alheios à natureza de projecto).

Principais actores e parceiros
1. Instituto das Comunidades - IC;
2. Instituto de Emprego e Formação Profissional de
Cabo Verde, IEFP, incluindo os CEFP;
3. Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento;
4. Agência Espanhola de Cooperação; Internacional
para o Desenvolvimento - AECID;
5. Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo
Intercultural ACIDI (Portugal);
6. Organização Internacional para as Migrações OIM,
Escritórios de Lisboa;
7. Financiadores: União Europeia e países: PT, SP,
LUX (FR e NL – projecto de reforço de
capacidades)

Principais produtos e realizações
1. Experimentação e criação de um serviço
público inovador de apoio aos potenciais
candidatos à emigração antes da partida e
emigrantes;
2. Desenvolvimento de competências para gerir
a interface de vários parceiros e actores,
nacionais e estrangeiros implicados;
3. Capacitação de quatro técnicos (mediadores);
4. Definição de procedimentos e implementação
de instrumentos modernos de atendimento e
de registo de candidatos à emigração ou ao
retorno;

Principais produtos e realizações
(cont.)

5.
6.
7.

8.

Sensibilização, informação e formação de
técnicos de serviços chaves;
Constituição de uma rede de organizações e de
instituições interessadas;
Elaboração e divulgação de uma panóplia de
instrumentos e material de informação do público,
tais como panfletos, cartazes, desdobráveis,
brochuras, spots publicitários, rádio-televisivos,
portal, repertório de serviços relevantes para os
migrantes etc;
Sobretudo maior conhecimento dos desafios
actuais das migrações e de técnicas de apoio aos
emigrantes cabo-verdianos na UE, em particular.

Integração institucional do projecto
• Metodologias de trabalho, boas práticas, realizações e
produtos elaborados no âmbito do projecto vão ser
apropriados, valorizados, perenizados, expandidos e
utilizados pelas instituições ligadas às migrações;
• Integração no Instituto das Comunidades (sob a tutela
do Ministério das Comunidades, após consultoria);
• Criação do Comité de Acompanhamento do CAMPO
tendo como membros instituições com
responsabilidades na área de emigração e comunidades
(IC, MIREX, ADEI, IEFP, CI, ANMCV, universidades,
ONG’s);
• Alargamento do atendimento a outros países.

Uso das competências dos
migrantes


CAMPO, Diáspora Contributo e Dias de Cabo
Verde







Realização de missões de curta duração (até 4
semanas, per diem);
Áreas chave para o desenvolvimento;
Identificação de necessidades das instituições
(poder central, autarquias e sociedade civil);
Inscrição na base de dados on-line;

Start Up Fund



60 candidaturas
3 selecionados finais

Desafios
1. Volume de procura missões de curta duração
e desfasamento entre procura e obtençao de
financiamentos (Start Up Fund) – sugere
necessidade de:
a)

b)

Aumentar a capacidade de aproveitar o potencial
da emigração como factor de desenvolvimento:
criação de riqueza e de emprego (Dias, Diáspora
Contributo e CAMPO);
Adaptar procedimentos à realidade: grau de
exigência pré-definida ultrapassa as capacidades
técnicas dos emigrantes

Obrigado!


Documents similaires


Fichier PDF carvalho
Fichier PDF fiiapp relatorio migracao portugues feb2014
Fichier PDF note de concept pt
Fichier PDF cr pt
Fichier PDF cr portugais
Fichier PDF plan de travail sectoriel maroc


Sur le même sujet..